Home Fóruns Casos de Estudo (PT) Módulo 1 – Caso de Estudo – Começar a ver a mudança

A visualizar 1 artigo (de um total de 1)
  • Autor
    Artigos
  • #608
    admin
    Administrador

    Pode descarregar o caso de estudo aqui.

    Conceitos e competências introduzidos
    ● Gestão de emoções
    ● Observar e identificar emoções
    ● Estratégias para o dia-a-dia

    Situação e Exercício
    A Sara tem 45 anos de idade. O seu marido, Peter, foi diagnosticado com esclerose múltipla há 17 anos. Com o passar dos anos, a doença progrediu e deteriorou a sua saúde. Neste momento, Peter é absolutamente dependente para todas ações do seu dia-a-dia, tais como, vestir, lavar-se, comer e mover-se.
    Eles recebem apoio da Associação de Esclerose Múltipla da sua comunidade: todos os dias o Peter vai lá para diferentes tipos de terapias. Todas as manhãs tem ainda disponível um serviço de higiene domiciliar que a Câmara Municipal proporciona para que Sara tenha manhã livre e consiga ir trabalhar (no supermercado).
    Na parte da tarde, Sara e Peter vão buscar o seu filho de 11 anos de idade à escola e passam algum tempo juntos. No entanto, a Sara ainda tem obrigações em casa com as tarefas domésticas, tarefas que apenas ela é capaz de fazer. Mas durante a tarde, o Peter também precisa da sua atenção, seja para beber água, mudar a fralda, ou dar-lhe o jantar. Assim sendo, ao fim do dia, a Sara está sempre exausta.
    A Sara gosta de sair e caminhar sozinha, ou visitar uma das suas amigas, mas normalmente ela não tem muito tempo para fazê-lo. Ela adoraria retornar a alguns dos seus hobbies antigos, como as aulas de pintura, mas a sua tarde é sempre dedicada ao seu marido e filho. Assim sendo, a Sara não faz nenhuma atividade que a satisfaça verdadeiramente.
    Os profissionais da Associação disseram-lhe que, como não há serviço público durante a tarde que consiga ajudá-la com os cuidados necessários do Peter ou as tarefas domésticas, talvez a melhor opção fosse contratar alguém para ajudá-la. Desta forma, a Sara teria tempo para si mesma. No entanto, ela está relutante: ela diz que eles não têm dinheiro suficiente para contratar alguém e que ela tem a obrigação moral de cuidar da sua casa, marido e filho. Ela explica que já há muito tempo que ela abandonou os seus hobbies e que ela já assumiu que a sua vida é assim agora.
    Um dia, ao falar com o psicólogo da associação, a Sara e os especialistas chegaram a um acordo: Sara iria fazer algo que ela gostasse de fazer, apenas por um dia. Nesse dia ela iria contratar alguém para ficar com o Peter (a associação poderia garantir alguém de confiança) ou ela poderia pedir a alguém de confiança. Após realizar a atividade programada, Sara deveria escrever as suas emoções naquele momento e depois analisá-las.
    Alguns dias depois, a Sara informou-se sobre workshops de pintura que iriam acontecer na sua vizinhança e acabou por decidir que este seria o evento a que iria comparecer e que precisaria de alguém para cuidar do seu marido. A associação recomendou o Martin, um funcionário especializado em cuidar de pessoas incapacitadas. Sara acabou por aceitar.
    O dia chegou e, antes de ir para o workshop, Sara sentiu-se culpada por deixar o marido e o filho. Os seus sentimentos e emoções eram contraditórios, pois ela sentia-se mal mas ao mesmo tempo estava bastante entusiasmada com a ideia de voltar a pintar e de conhecer novas pessoas.
    Depois de duas horas de workshop a Sara regressa a casa com um grande sorriso, entusiasmada e confiante que ela recomeçará o seu amor pela pintura a partir daquele momento. Serviu para desligar-se e focar-se numa atividade em que ela se abstraía do resto. Ela sente-se calma e satisfeita. Além disso, ela conheceu outros vizinhos amigáveis com quem tem conversas agradáveis. Com um sorriso na cara, a Sara começa a escrever o que ela sente no papel, como prometeu ao psicólogo.

    Atividade: Debate
    Agora que foi apresentado este caso, tente refletir no que aconteceu no enquadramento das competências de Inteligência Emocional adquiridas por si através do PeerCare.
    Tente refletir nestes assuntos:
    ● Que emoções acha que a Sara sente nesta história? Tente mencionar três que sejam boas, e três que seja desagradáveis.
    ● Na sua opinião, quais são as estratégias que a Sara usa que reflete uma inteligência emocional adequada?
    ● O que pode a Sara melhorar nas suas ações diárias que podem melhorar a sua qualidade de vida?
    ● O que pensa que a Sarah irá escrever no papel, depois de realizar a atividade? Já teve uma sensação semelhante?

A visualizar 1 artigo (de um total de 1)
  • Tem de iniciar sessão para responder a este tópico.